quarta-feira, 20 de março de 2013

Vamos falar de filmes hoje. Um em particular, "as vantagens de ser invisível".

O filme é bem legal, fofo demais, tem a hermione dando uma de estudante deslocada (AHAAAAAAM), faz a gente pensar na vida. De certo modo é triste. Recomendado por Bea e por Creito, com certeza. Vale a pena assistir. Mas eu ainda acho que o cabelo curtinho dela realmente NÃO combina...

Agora deixando a parte séria de lado...
Por que "As vantagens de ser invisível"? - ("The Perks of Being a Wallflower")
Eu juro que não vou entender MESMO as pessoas que traduzem títulos. Tudo bem, o sentido até que foi captado desta vez... mas pô! DAFUQ, man!!!!!
Não vou continuar porque senão seria um spoiler bem forte... Enfim... Assistam, vale a pena.

quinta-feira, 14 de março de 2013

Renascendo

SIIM!! Este blog renasceu das cinzas com seu irmão randomizador, com uma repaginada total, a terra dos poneis agora possui seus homunculos próprios para manterem a cidade linda e maravilhosa! Enfim, uma pequena alteração para embelezar o lugar, e ao estilo tarado do "Creito", mas ainda assim mantendo o aspecto fofo de sempre. Tentarei manter o blog atualizado o máximo que puder. Assuntos com certeza não faltam, mas a criatividade é outra história. Só espero que as co-autoras que também desapareceram aceitem... Bom, bem-vindos à nova terra dos poneis!!!

Sim, o fundo foi obtido por meios que poderiam ser considerados ilícitos, mas foi com a melhor das intenções. Um artista deve apreciar quando seu trabalho é apreciado desta maneira também... (Olha a desculpa...XP)

A terra abandonada

Sim, é uma infelicidade a terra dos poneis ter sido abandonada por tanto tempo. Até vejo habitantes com desnutrição, alguns corpos amontoados em um canto, a área toda seca com aqueles tufos de planta rolando com aquele vento "whooosh whooosh"...
Mas enfim, estou revivendo o randomizador e vou tomar conta deste lugar enquanto as meninas não perceberem. Huhuhu... E vou fazer e acontecer aqui!!!
Enfim, hoje vim falar de HDs. A maior parte das pessoas sabe o que é. Uma boa parte se confunde quando conversa sobre isso. Enfim, vamos lá:



HD ou Hard Drive (Disco rígido em português) é o nome dado para o espaço da memória que você tem no seu computador. Para simplificar, vamos comparar com um cérebro: HD seria a memória do indivíduo. Memória RAM, que muita gente confunde, seriam as sinapses dos neurônios: quanto maior o número, mais rápido e melhor acontece o proceso de pensamento. Bom, enfim...

HD. Hoje em dia, divididas em 2 tipos principais: Interna e externa. As internas normalmente vêm nos PCs e notebooks, e o tamanho varia, mas dificilmente passam de 500Gb(quase impossível, na verdade) no ato da compra. Essas são trocáveis(???), e normalmente é recomendável no caso de PCs(estilo torre, aquela que é uma base gigantesca). Em notebooks, a coisa e mais complicada, já que estes ficam obsoletos rapidamente e a troca de marcas pode significar alteração no tipo de entrada utilizada, ou incompatibilidade no computador. Sim, há uma infinidade de cabos diferentes, dependendo da idade, modelo e tamanho da HD.
Já as externas normalmente são conectadas através do cabo USB (Aquele que parece um pato), e são uma maravilha, porque funcionam como um pendrive gigante.

Os tamanhos das HDs(da MEMÓRIA delas) varia MUITO, indo desde o HIPER antiquado 1Gb até o maravilhoso e novíssimo 3 Tb(Terabytes), que dá por volta de 3000 Gigas.

"Então, HDs externas são melhores?"

Bom, no caso... sim. São maravilhosas pela praicidade... Mas o porém é BEM forte: o preço... $$$$$$$$

Mas então! Estava eu andando pelas lojinhas da vida quando me deparei com um aparelho MARAVILHOSO!! UM ESTOJO QUE FAZ COM QUE A HD INTERNA SE COMPORTE COMO UMA HD EXTERNA!!! E O MELHOR!!! ELE SUPORTA DIVERSOS TIPOS DE ENTRADA(cabo) DE HDS!!! E transforma a saída da HD em uma porta USB. COMPREI NO ATO!!! O preço não é tão alto se você levar em conta que é possível fazer a troca das HDs com MUITA facilidade, sendo um investimento a longo prazo MUITO bom. As HDs internas são mais baratas que as externas. Agora eu estou a caminho dos meus 3 Teras, e logo passaremos aos 500 Teras e ao tão sonhado 1 PETABYTE!!!

Ah, sim... como as meninas não sabem ainda das mudanças na terra dos poneis, eu vou tentar manter a parte delas também. às pessoas que ainda vêem este blog, agradecemos a paciência, a preferência e a insistência.

sábado, 3 de novembro de 2012

Um dia novo, uma sensação que há um tempinho não sentia... Transbordando produtividade. Então, aproveitarei que minhas capacidades aumentaram hoje, e me empolgarei ensinando um pouco sobre um dos tipos de arquivo que mais mete confusão e medo nas pessoas novas (ou muito antigas) com PCs.




Da primeira vez que a maioria das pessoas arranjam esse pequeno tesouro em forma de arquivo, se intimidam por não fazer a menor idéia do que usar para abrir, executar ou o que quer que seja que poderiam fazer com ele. Sem estresse, não é difícil. Primeiro, uma explicação simples sobre o arquivo.
Quem hoje em dia não conhece os CDs(ou porta-copos), DVDs e Blu-rays? Você pega na mão, vê ele, simples assim. Foram produzidos há pouco tempo, tomaram seu lugar no mundo, e já estão indo pro desaparecimento (Se não me engano, o blu-ray já vai ser substituído por um "CD" vermelho...).






Enfim. O arquivo iso é simplesmente um desses pequenos discos que armazenam dados, mas totalmente digital. Pensem em cada arquivo ".iso" como sendo um CD dentro do seu próprio computador. Obviamente, como todo e qualquer CD/DVD/B-R, esses arquivos precisam de um leitor próprio. É aí que entram os programas de leitura dos arquivos. Você pode abrir qualquer iso usando o Daemon Tools (eu uso a versão Lite). Ele funciona como um leitor de CD, então toda vez que você abrir um arquivo iso, vai aparecer como um CD no seu explorer (Windows explorer, não o internet explorer, pelamor!).




No caso, tenho 4 "CDs" (Chamados de midias) virtuais, isto é, posso montar 4 isos ao mesmo tempo (O que por si só já é um absurdo, pra que vou usar 4 ao mesmo tempo?????)

Enfim, há outros programas que também utilizam os arquivos iso para gravá-los em CDs de verdade (Caso você queira guardar o arquivo para perder depois) e para transformar CDs de verdade em arquivos (Chamado de "montar uma imagem virtual").

Arquivos .iso possuem uma versatilidade ENORME, podem ser compactados em uma infinidade de outros arquivos com extensões diferentes(SEM a utilização do winrar), como por exemplo .MDX, .MDS, .MDF, .CCD, .CUE, .APE, .FLAC, .ISZ, .CDI, .B5T, .B6T, .BWT, .NRG, .CSO, .GCZ, etc, etc, etc...(E bota ETC. nisso... - Obs.: Não acho que exista .ETC, ok?)

Agora, eses arquivos com tantas extensões malucas e bizarras podem ser também lidos por outros programas. Um exemplo são os GCZ, um tipo de .iso compactado especialmente para o uso do emulador de WII, chamado "Dolphin". (Esse programa tem uma história tão emocionante, me faz querer chorar de emoção.) Enfim, os emuladores de video-games também utilizam os arquivos ".iso" e muitos também fazem uma conversão/compactação própria, ajudando a economizar espaço em sua HD. Arquivos .iso também são melhores para se usar com emuladores porque não precisam ser "lidos em tempo real". Um leitor de CD precisa ficar rodando para ler o arquivo e transmitir os dados para o programa que você quer usar com o CD. Isso acontece com qualquer tipo de CD(Arquivos ou música). No caso de uma imagem virtual montada, o computador pode ler o arquivo como um todo, economizar a energia que usaria rodando o CD, e rodar o arquivo com uma velocidade maior, sem precisar fazer leituras periódicas (Jogadores de PS que o digam..)

Acho que esses dois últimos parágrafos ficaram um tanto pesados para o pessal ler, e um pouco confusos também... Farei um resumo simples:
".ISO" é tudo de bom, não precisa ter medo. Procurem o programa que você se familiarizar melhor para lê-los, e eles serão uma felicidade enorme no seu computador. Há diversos outros usos para esses arquivos, mas acho que para um começo já está mais do que bom. Boa caçada, pessoal.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Um novo começo




YAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!

Mais um mês, ou menos um.

Novo começo, novo mês, fim do ano, fim do mundo. Acho que cada inicio mês é como um novo ano, é hora de recomeçar coisas pequenas, rever falhas do mês anterior e que podem ser concertadas. Coisas relacionadas aos estudos, trabalho, finanças. E eu fico tão otimista! Acreditando que será melhor que o anterior, mais perfeito!

Enfim, bom novembro a todos!